Labradores.com no telemóvel!

11 de outubro de 2011

Displasia da anca

A displasia coxo-femoral, mais conhecida como displasia da anca, é uma doença típica das raças de médio e grande porte.

É uma deficiência hereditária que inibe o desenvolvimento da articulação coxo-femoral. A evolução da doença pode causar enfraquecimento ou mesmo paralisia das pernas traseiras. Alguns sintomas podem ser detectados:
  • O acto de levantar, subir escadas, ... é doloroso para o cão
  • O cão mostra pouca resistência ao esforço, cansando-se com facilidade
  • O animal mostra dificuldade em saltar
Só uma radiografia pode dar um diagnóstico exacto (pode ser a realizada a partir do primeiro ano de vida). As dores e inflamações podem ser tratadas por meios medicamentosos mas caso os sintomas se tornem mais graves poderá recorrer-se à implantação de uma articulação artificial (normalmente obtêm-se bons resultados com este procedimento).

Como medida preventiva deve evitar dar-se ração muito rica em fase de crescimento, deixar o cão saltar para cima de sofás, camas, correr em solos muito moles (como a areia), entre outros esforços que possam ser evitados.

Cão sem sinais de displasia coxo-femoral

Cão com displasia






in O Boxer, Joahnna Thiel (adaptado)




Outro artigo interessante sobre o mesmo tema: http://www.retrieverdolabrador.com/displasia_da_anca.html (Atenção: Não tenho qualquer ligação ao autor do artigo!)

4 comentários:

mariana disse...

A minha Labradora tem este problema.

Leon e Ana Clara disse...

Nossa, muito bom esse blog. Ganhei um labrador fêmea amarelo oslhos verdes sábado e estou amando esse cachorro. Ela tem 3 meses e é muiito dócil. Estou seguindo o blog e evou etrar aqui todos os dias. Está de parabéns o blog.
Tenho um blog também, visite se puder: http://www.blogentraai.blogspot.com/

Leon e Ana Clara disse...

Temos um labrador também e colocamos o banner I Love My Lab em nosso blog,visite se puder.

AnaCRosa disse...

Parabéns pelo Blog.
Tenho uma labradora de 3 meses, muito brincalhona e linda.
Ao ler o artigo sobre a "displasia da anca" fiquei um pouco preocupada pois não sabia ser um problema tão recorrente neta raça. Pode ser feito algum diagnóstico em cachorros pequenos?
Obrigada.